Home care cresce em Ribeirão Preto e região

Pronep Life Care, pioneira na atenção domiciliar no Brasil, prevê aumento na capacidade de atendimento; mudança de comportamento e desospitalização são fatores que aumentaram a procura pelo home care no estado de São Paulo.

 São Paulo, maio de 2021 – A Pronep Life Care, empresa pioneira em atenção domiciliar no Brasil, expande a operação com o objetivo de aumentar a cobertura e trazer ainda mais agilidade no atendimento em um raio de até 200 km de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Com a expansão, a empresa tem como objetivo aumentar em cerca de 30% a capacidade de atendimento, saltando de 155 para 200 pacientes. 

Quando se fala em atenção domiciliar, mais conhecido como home care, o serviço não fica restrito apenas ao acompanhamento de idosos e doentes crônicos. A modalidade engloba uma vasta gama de atendimentos para diversas enfermidades. Dentre eles estão desde os procedimentos mais simples – como a troca de curativos e a administração de medicamentos intravenosos – até os mais complexos como montagem de UTIs domiciliares, cuidados paliativos e tratamentos oncológicos e dialíticos.

 O serviço já apresentava crescimento antes da pandemia. De acordo com o Censo 2019/2020 do Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar (Nead), realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o setor teve um aumento de 22,8% no país – o número de estabelecimentos saltou de 676, em junho de 2018, para 830 em dezembro de 2019. 

No último ano, no entanto, a pandemia trouxe um novo impulso e a desospitalização, ou seja, a liberação de leitos que seriam ocupados por doentes crônicos e passaram a ter pacientes com Covid-19 também acelerou a procura. Na comparação entre janeiro e fevereiro de 2021, o aumento da demanda foi de 12%. Já entre fevereiro e março deste ano, a busca cresceu 36%.

“A atenção domiciliar é estratégica no enfrentamento à Covid-19 e atuamos em duas frentes. A primeira é com a desospitalização, no qual um paciente internado em UTI, por exemplo, possui um problema crônico, mas não agudo. Nestes casos, a Pronep monta um leito com tudo o que é necessário como enfermagem e profissionais 24 horas, ventiladores, equipamentos, materiais, móveis e libera esse leito para um paciente com quadro mais grave e que necessite de estrutura hospitalar. Outra maneira, indireta, é para atendimento de menor complexidade. Um paciente que sofreu uma fratura e precisa receber antibiótico na veia duas vezes por dia, não precisa ir a um ambulatório acompanhado. Nós podemos enviar um profissional para a casa do paciente, fazer todo o preparo e a aplicação com a infraestrutura necessária, de forma conveniente e segura, diminuindo o fluxo de pessoas nas unidades de saúde, liberando espaço para quem mais precisa”, explica Hyran Godinho, CEO da Pronep Life Care. 

Sobre a Pronep Life Care

A Pronep Life Care – marca do grupo Sodexo – é pioneira no serviço de Atenção Domiciliar (home care) no Brasil e, ao longo de quase 30 anos de atuação, já cuidou de mais de 35 mil vidas. Em 2018, passou a integrar o grupo Sodexo, a maior empresa do mundo em serviços de qualidade de vida.

A Pronep atua diretamente no cuidado e atenção com as mais variadas necessidades: internação domiciliar especializada em procedimentos técnicos e maior complexidade, reabilitação, assistência domiciliar por equipe multidisciplinar, ou mesmo curativos, administração de medicamentos e outros procedimentos, além dos cuidados paliativos.

Tudo é feito por uma equipe altamente qualificada e especializada, na casa do paciente, de acordo com suas necessidades individuais e familiares e com acolhimento e cuidado seguindo nosso propósito de fazer o bem, ouvir, sentir e cuidar. 

 A qualidade do atendimento da Pronep garantiu o reconhecimento da Joint Commission International – JCI, que nos certificou com um selo respeitado mundialmente e, na época em que nos foi conferido, inédito para serviços de atenção domiciliar. Esta é a nossa marca: dedicação para cuidar de vidas e engajamento para fazer delas o nosso mais relevante compromisso.

Quem leu esse texto também leu: Qual é a importância de desospitalização?