campanha de doação de sangue Junho Vermelho

Campanha Junho Vermelho alerta sobre necessidade de doação de sangue

O tema doação de sangue é pauta importante durante todo o ano, mas ganha ainda mais relevância com a campanha de conscientização Junho Vermelho, principalmente porque a cultura da doação precisa ser cada vez mais difundida no país. É um ato de solidariedade porque salva vidas.

O sangue é essencial para a nossa existência, é uma combinação de células que se renovam e que estão suspensas no plasma. É ele que leva os nutrientes e o oxigênio para os tecidos e todos os órgãos do corpo.

Com o cenário de pandemia, causado pelo Coronavírus, os estoques e bancos de todos Brasil despencaram sua capacidade e pedem constantemente a visita de doadores. As fundações e institutos garantem as rígidas medidas de segurança, que protegem a todos.

Em outubro de 2020, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em parceria com representantes da Rede Nacional de Serviços de Hematologia e Homoterapia (Hemorrede) e representantes de movimentos sociais lançaram um informativo digital sobre doação e transfusão de sangue.

De acordo com o documento, 4,5 milhões de pessoas se candidatam para doar sangue, todos os anos, no país. Com isso, 3,3 milhões de coletas são realizadas, além das 3 milhões de transfusões.

O documento do órgão federal também reforça que a doação é voluntária, anônima e não remunerada. “É um gesto de solidariedade insubstituível que representa esperança de vida para muita gente. Por isso, é fundamental trabalhar de forma a preservar a saúde da pessoa candidata à doação e também da pessoa que vai receber a transfusão de sangue”.

De acordo com o informativo “Doação e transfusão + seguras”, a necessidade de pessoas doando sangue é constante. “Todos os dias são necessárias centenas de transfusões de sangue para salvar vidas de pacientes em emergências, cirurgias e tratamentos em hospitais no Brasil”, diz o documento.

A doação de sangue beneficia aos pacientes, hospitais, serviços de hemoterapia e toda a sociedade, pois qualquer cidadão ou cidadã pode precisar, a qualquer momento, de uma transfusão.

Quem leu esse texto também leu: Conheça as doenças inflamatórias intestinais e a campanha Maio Roxo

É importante pesquisar os locais de doação mais próximos, os requisitos necessários e as possíveis situações temporárias que impedem o ato de doar.

Se você não pode doar, faça a sua contribuição com o Junho Vermelho conscientizando uma pessoa que pode doar sobre a importância e necessidade constante desse grande ato.