Desde o início da pandemia da Covid-19, o médico infectologista conquistou mais destaque, tanto no tratamento quanto na conscientização a respeito da doença.

QUAL A IMPORTÂNCIA DO MÉDICO INFECTOLOGISTA?

Desde o início da pandemia da Covid-19, o médico infectologista conquistou mais destaque, tanto no tratamento quanto na conscientização a respeito da doença. Os profissionais dessa área estudam as doenças infecciosas e o modo como elas se comportam no organismo, avaliando a resistência e o nível de risco.  

De fato, o papel do infectologista é fundamental no monitoramento de doenças epidemiológicas, sendo que grande parte atua intensamente na pesquisa de tratamentos, diagnóstico e prevenção de doenças, seja em hospitais ou como porta-voz para orientar a população. 

Apesar do médico infectologista ter conquistado mais reconhecimento diante da pandemia, a importância dessa especialidade é conhecida desde o fim do século XIX, quando graves doenças infecciosas afetaram a população brasileira. 

Atualmente, o Brasil possui mais de 3.000 infectologistas registrados, segundo dados da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). Vale destacar que, para atuar na área, é necessário ter formação em medicina, com duração média de seis anos e, após esse período, é necessário fazer residência em infectologia.