blank

Qual a diferença entre gripe, resfriado e pneumonia?

De modo geral, apesar do resfriado, da gripe e da pneumonia apresentarem alguns sintomas bem parecidos, cada doença possui aspectos que as diferenciam. Inclusive, é extremamente importante saber identificar os sintomas para ter o diagnóstico correto e, assim, o tratamento adequado.

Uma das grandes diferenças entre o resfriado comum e a gripe está relacionada à intensidade, à duração e ao tipo de vírus. O resfriado pode ser causado pelo rinovírus e outros vírus semelhantes, costuma atingir a parte superior do pulmão, apresentando um quadro mais leve e a duração costuma ser menor, em média 4 dias.

Por outro lado, a gripe é causada apenas pelo vírus influenza e pode atingir todo o pulmão, por isso possui intensidade maior e durabilidade de 7 a 10 dias. Além disso, pode levar a quadros mais graves como pneumonia, sendo causada geralmente por bactéria, vírus ou, em casos mais raros, por fungos.

Quais são os sintomas?

O resfriado costuma apresentar os seguintes sintomas:

  • Coriza;
  • Irritação na garganta;
  • Coceira no nariz;
  • Espirros;
  • Congestão nasal;
  • Febre baixa apenas em algumas ocasiões.

Por outro lado, a gripe se manifesta de forma mais intensa, podendo apresentar os sintomas:

  • Febre acima de 38º;
  • Dores no corpo;
  • Cansaço intenso;
  • Tosse seca;
  • Secreções nasais;
  • Espirros.

Já em caso de pneumonia, os sintomas geralmente são:

– Dores no tórax;

– Mal-estar;

-Tosse seca excessiva;

– Falta de ar;

– Febre alta.

Como ocorre o tratamento?

O recomendado é buscar orientação médica para que o especialista possa fazer o diagnóstico correto e indicar os cuidados necessários para tratá-la. 

Vale destacar que os medicamentos para resfriados e gripes apenas costumam aliviar os sintomas como dor e febre. Além disso, somente um profissional de saúde pode recomendar medicamento apropriado para determinado caso.

Como prevenir resfriados, gripes e pneumonias?

Anualmente, é realizada a campanha de vacinação contra a gripe, essencial para a prevenção. Segundo dados do Ministério da Saúde, a vacina contra a gripe possui eficácia entre 70% a 90%, porém não protege contra resfriados. Além disso, existem outras medidas importantes que podem ajudar a proteger a saúde:

  • Fazer a higienização adequada das mãos com água e sabão;
  • Evitar compartilhar objetos pessoais;
  • Evitar tocar olhos, boca e nariz;
  • Manter uma alimentação saudável (rica em vitamina C, Zinco e proteínas);
  • Manter o ambiente bem arejado;
  • Manter a vacinação da gripe em dia;
  • Fazer exercícios físicos regularmente.